Loading...

Dias 5, 6 e 7 outubro

12º Congresso Internacional da Sociedade de Medicina Geriátrica da União Europeia – EUGMS

  Centro de Congressos de Lisboa Praça das Indústrias, Lisboa

12º Congresso Internacional da Sociedade de Medicina Geriátrica da União Europeia - EUGMS

12º Congresso Internacional da Sociedade de Medicina Geriátrica da União Europeia – EUGMS

“Descobrindo novos caminhos no mundo da geriatria”. É este o grande tema em debate na 12ª edição do Congresso Internacional da Sociedade de Medicina Geriátrica que decorre em Lisboa, entre os dias 5 e 7 de outubro.

De ano para ano, o Congresso Internacional da Sociedade de Medicina Geriátrica tem vindo a ganhar um peso crescente. Atualmente, é um dos mais importantes eventos internacionais nesta área, contando com mais de 1.500 participantes europeus e ainda vários convidados de outras partes do mundo.

Tendo por público-alvo os profissionais de saúde, incluindo enfermeiros e pessoas que cuidam de doentes idosos, a 12º edição deste evento irá centrar-se nas abordagens social, médica e clínica inerentes às doenças geriátricas.

Segundo João Gorjão Clara, presidente do congresso, este visa “associar o espírito pioneiro e a aventura das Descobertas aos futuros caminhos da Geriatria, na procura de novo conhecimento, que permitam a melhoria dos cuidados prestados aos doentes idosos”. Para o coordenador da Unidade Universitária de Geriatria da Faculdade de Lisboa, “o doente geriátrico tem alto grau de fragilidade, múltiplas patologias de diagnóstico difícil, abordagem holística e decisões terapêuticas complexas”. Cabe assim à Geriatria o papel fundamental de otimizar o estado funcional, melhorar a qualidade de vida e a autonomia do doente idoso”.

Do programa do congresso constam conferências moderadas por alguns dos principais especialistas europeus e mundiais que contribuirão com o seu saber e conceitos inovadores para a prática clínica de Medicina Interna. Um esforço fundamental, considerando a elevada prevalência de idosos nas enfermarias, consultas e urgências. Também em debate estarão temas como “os novos desafios da saúde e do envelhecimento, as novas tecnologias de informação, protocolos e práticas médicas inovadoras”. Neste âmbito, serão também considerados os “novos papéis e competências dos diferentes profissionais de saúde nas equipas multidisciplinares”, bem como a importância da “criação de relações interdisciplinares dentro da comunidade médica.”

saber + info